Para fora da Europa o destino principal dos emigrantes é Angola

Segundo dados avançados pela secretaria de estado e das comunidades, os pedidos de legalização documental, efectuados nos serviços da Direcção-Geral dos Assuntos Consulares e Comunidades Portuguesa nas delegações de Lisboa e Porto, cerca de 80% desses pedidos tem como propósito a migração para Angola.

Que deseja emigrar legalmente para fora de Europa, o destino preferencial dos emigrantes portugueses é Angola, quem o afirma é o secretário de estado José Cesário, afirmando ainda que o número de pedidos tendo em vista poder emigrar para Moçambique também tem crescido significativamente nos últimos meses, cerca de 15% dos pedidos são para emigrar para território Moçambicano.

Sobre outros destinos, o governante deu como exemplo o interesse e as oportunidades que existem no Brasil. “Nós sabemos que, por exemplo, no Brasil há muitas oportunidades de trabalho, embora de difícil acessibilidade. (…) Estes dados são objectivos, no estado do Rio de Janeiro vão fazer-se nos próximos três, quatro anos, obras acima dos 50 mil milhões de dólares”, indicou.

Para José Cesário, “é fácil perceber que vai entrar muita mão-de-obra estrangeira (no Brasil), quer qualificada e, porventura, até não qualificada”, acrescentando que “há muita gente interessada nesse mercado”.

O principal destino dos portugueses, de acordo com o secretário de Estado, ainda é o espaço da União Europeia, apesar da retracção económica e da evidente redução do número de empregos.

“Países como França, Luxemburgo, Suíça e Reino Unido têm sido e continuam a ser dos principais destinos da nossa emigração, embora notando-se uma redução muito grande, mas é impossível termos uma avaliação adequada de quantas pessoas para lá vão e em que circunstâncias”, acrescentou.

Mundo Português

scroll to the top of the site