Emigrar para o Luxemburgo: com destino ao Grão-Ducado

Vales, castelos, florestas densas e as vinhas de Moselle, constituem a paisagem do único Grão-Ducado existente no mundo, o Luxemburgo.

Um pequeno estado soberano que se situa na Europa Ocidental, com uma população aproximada de 500 mil habitantes, dos quais perto de 80 mil são portugueses, faz fronteira a norte e oeste com a Bélgica, a sul com a França e a Leste com a Alemanha, possui um dos maiores PIB per-capita do mundo, e faz a ligação entre a Europa Românica e a Europa Germânica empregando costumes de cada uma das diferentes tradições.

O clima do Luxemburgo é um clima continental moderado, em que a diferença entre a temperatura máxima e a mínima pode atingir os 20ºC no mesmo dia, na região norte ocorre com muita frequência queda de neve e chuva, na região sul do país o Inverno não é tão rigoroso, e o Verão é mais ameno. De uma forma geral o Luxemburgo é considerado um país húmido.

É ainda preciso ter em atenção algumas especificidades, uma vez que este é um país em que se falam três línguas: uma nacional, o Luxemburguês e duas oficias, o alemão e o francês.

CUIDADOS A TER

Apesar de ter aproximadamente 20% de portugueses a residir no Luxemburgo, decisão de emigrar para este país deve ser ponderada e preparada com antecedência, porque na actual conjuntura europeia o Luxemburgo já possui 7 % da sua população no desemprego. É fundamental dominar, pelo menos os conceitos básicos de uma das línguas oficiais. O ideal era dominar fluentemente uma e ter conhecimentos básicos de outra.

É preciso ter especial cuidado no Inverno uma vez que as temperaturas podem atingir os 15 graus negativos.

CUIDADOS DE SAÚDE

Emigrar para o Luxemburgo

O sistema de saúde no Luxemburgo assim como na maioria dos países da União Europeia é público e universal. As contribuições são retiradas directamente do salário. O trabalhador paga 11% e a entidade empregadora paga 31%, os trabalhadores por conta própria pagam as suas contribuições.

A entidade empregadora é obrigada a comunicar à Segurança Social os empregados num prazo máximo de 8 dias.

SEGURANÇA NO PAÍS

O Luxemburgo é um país seguro, que oferece as condições propícias para uma excelente qualidade de vida. No entanto, é necessário manter uma atitude vigilante nos metropolitanos, nas áreas turísticas e em algumas estações ferroviárias, devido aos carteiristas.

OBTENÇÃO DE VISTO

Não há necessidade de visto para cidadãos nacionais, vigora o regime do Espaço Schengen, no qual os portugueses deverão identificar-se com o Bilhete de Identidade. Não é preciso autorização de permanência até três meses. Após os três meses é necessário obter uma autorização de residência.

SALÁRIO BASE/ MÉDIO

O Luxemburgo tem o maior salário mínimo da Europa e varia consoante a idade e as qualificações. O salário mínimo para um trabalhador qualificado é de 2249,03 €, ao passo que um adulto não qualificado recebe 1874,19€, para jovens com idade compreendida entre os 17 e 18 anos é de 1499,35 euros e para jovens entre os 15 e os 17 anos é de 1405,64 €.

scroll to the top of the site