Portugueses Pelo Mundo – Havana, Cuba

Num país longínquo da Ásia, numa zona movimentada (ou desconhecida nalguns casos) da América, num canto de África, ou da Europa… Por todo o lado, há sempre Portugueses pelo Mundo. São pessoas que partiram das suas terras, mas que mantêm vivas as referências com Portugal. Homens e mulheres que se acomodaram a novas temperaturas, novas culturas, novos sabores, novos amigos e que agora desfrutam do lugar onde vivem. Portugueses pelo Mundo mistura um programa documental com um programa de viagens. Em cada programa veremos entre cinco a sete histórias de portugueses que residem algures no planeta. As histórias de cada programa irão entrelaçar-se umas nas outras e serão bem diferentes entre si, baseadas nas características individuais dos entrevistados, nas suas famílias, nos seus amigos, nos seus colegas de trabalho.

Assim, os nossos protagonistas serão sempre os melhores guias para conhecer a vida quotidiana do lugar onde estamos. Desta forma, sem perder de vista o entretenimento, fomentamos a integração entre culturas e indivíduos, mostrando as diferenças sempre numa óptica de respeito pelas diversidades de cada um dos povos e suas culturas. Portugueses nos dá a conhecer a realidade de cidadãos portugueses que escolheram outro país para viver ao mesmo tempo que estes nos dão a conhecer a cidade onde agora vivem.

Com cerca de 2,4 milhões de habitantes, Havana é a capital e o principal porto de Cuba, sendo a segunda maior região das Caraíbas. Fortemente marcada pelo fumo do tabaco, pela doçura da cana-de-açúcar e repleta de sensualidade na sua música, Cuba abre as portas para mais uma viagem do Portugueses pelo Mundo.

“Bienvenido a Cuba!”

Cláudia Alves, com 31 anos, Realizadora, natural de Lisboa. Uma estação de comboios numa vila remota. Entre os passageiros que aguardam a chegada do transporte encontramos a Cláudia que nos cumprimenta e nos desafia a irmos até a Havana de comboio. Partilha connosco o que a seduz na capital cubana, enquanto passeamos por “Havana Velha”.

Marta Rodrigues, com 30 anos, Agente de Desenvolvimento, natural de Lisboa. Passeamos pela “marginal” cubana, o “Malecón”, onde conversámos com alguns residentes locais. Seguimos para a “La Marcha”, celebração do 1º de Maio, data marcante para os direitos dos trabalhadores cubanos. Marta leva-nos a umas das típicas tascas de Havana onde se joga o tradicional dominó.

Jorge Almeida, com 47 anos, Representante Comercial, natural de Castêlo da Maia. Encontramos o Jorge numa esplanada, ao som da típica música cubana. Passeamos por Havana, num dos típicos carros americanos dos anos 50. Vamos às compras à beira da estrada, aos pequenos produtores.

Sandra Lopes, com 34 anos, Representante ONG, natural de Esposende. Encontramos Sandra no “Morro La Cabaña” com Havana como pano de fundo, onde nos fala da população cubana e sua história. Vamos até à “Plaza de Armas”, o centro histórico da cidade. Encontramos um amigo seu que vende livros e nos canta uma música cubana de sua autoria.

scroll to the top of the site