Programa VEM: governo incentiva emigrantes a regressar

O governo português aprovou esta semana o programa VEM (sigla para Valorização do Empreendedorismo Emigrante), programa previsto no Plano Estratégico para as Migrações.

O conjunto de medidas agora aprovadas tem como objectivo incentivar o regresso de emigrantes ao país, através de apoios às empresas que contratem desempregados portugueses que residam no estrangeiro e também a abertura de uma linha de financiamento a projectos de emigrantes empreendedores.

Segundo Pedro Lomba, o secretário de Estado Adjunto do Ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional, O Programa VEM, em particular, destina-se a apoiar “projectos de criação do próprio posto de trabalho, ou empresa, por parte de emigrantes com intenção de regressar a Portugal e empreender”.

Ainda sobre como todo o processo irá decorrer, o secretário de estado diz que “o Governo vai facultar às pessoas uma subvenção não reembolsável, que vai ter um limite máximo de financiamento por projecto”, diz Pedro Lomba. “O valor dos limites máximos podem ainda alterar-se até ao momento em que o programa for lançado no terreno, mas estamos a pensar em verbas entre os 10 mil e os 20 mil euros, máximo, por projecto.”

Numa primeira fase, o VEM ajudará a lançar “até 40, 50 projectos”. Mas o governante é cauteloso em traçar metas, porque o que se pretende é chegar ao maior número possível de pessoas. “Se conseguirmos apoiar 100 ou 200, melhor, mas sei que por aqui, pelo menos, vamos começar.”

scroll to the top of the site