Arábia Saudita poderá ser destino para médicos portugueses

O ministro da saúde, Paulo Macedo, teve de visita a Riade no passado fim-de-semana e trouxe consigo um princípio de acordo para um possível intercâmbio de médicos portugueses com médicos da Arábia Saudita.

Face ao reconhecimento da qualidade dos médicos portugueses, ficou acordado entre as autoridades de ambos os países uma possível troca mútua de formação, podendo trazer médicos sauditas a Portugal e abrir portas a médicos portugueses naquele país do Médio Oriente.

Após visita ao King Fahad Medical City, uma nova cidade médica em Riade, Paulo Macedo explicou em parte o possível intercâmbio: “Hoje foi-nos dito neste hospital que face ao investimento que vai haver nas infraestruturas, a Arábia Saudita, apesar de estar a investir muito em recursos humanos e em termos de formação superior, conseguirá fazer face a um quinto das suas necessidades. Irá solicitar recursos e procurar mais de dois terços dos recursos em outras partes do mundo”.

Acrescentou ainda: “O que foi acordado com o ministério da Saúde saudita é que gostaríamos de trocar formação. Termos médicos sauditas em Portugal e médicos portugueses terem a possibilidade de virem trabalhar nestes hospitais, que são tecnologicamente e clinicamente diferenciados. Aí há um caminho a percorrer”.

scroll to the top of the site