Construtor português não consegue emigrar por causa do Estado

Numa altura em que o negócio do imobiliário sofre o maior impacto da crise económica, um construtor civil resolveu procurar trabalho no estrangeiro. Apareceram propostas de Inglaterra e Bélgica, e ele estava disposto a deixar mulher e filhas para trás, em busca de uma vida melhor. Mas agora diz que é o Estado que não o deixa partir.

Reportagem de Cláudia Rosenbusch e Sofia Vieira da Silva (Fonte: TVI)

scroll to the top of the site